sexta-feira, 31 de julho de 2009

Ladrões de meia tigela


Realmente esta vida é mesmo uma porcaria. Não é que voltei a ser assaltada? No ano passado no dia 7 de Junho, após vários fins-de-semana consecutivos a trabalhar, chegou aquele por que tanto ansiava.
Sábado 08h00 da manhã, abro o olho e penso, porra eu não vou trabalhar vou aproveitar para descansar mais um pouquinho. Estava eu naquela sonolência mas sem ser em sono profundo, quando oiço a porta do meu quarto a abrir, é o Bruno pensei para mim, continuando na mesma posição. O costume entre nós é se ele abre a porta e vê que estou a dormir volta fecha-la. O problema é quem abriu a porta não voltou a fecha-la, eu viro-me rapidamente e grito pelo nome dele e nada …. Oiço uns passos apressados escada abaixo e ai tive a noção que alguma coisa estranha se estava a passar. Deitei a mão ao robe e toca a correr cá para baixo. Nada! Não vi nada. Deitei a mão á porta e esta abriu, pensei… foi o Bruno que saiu, vou para o jardim e abeiro-me do terraço e espreito para confirmar que o carro dele não estava. Gelei …. O carro estava estacionado no mesmo sítio, precipitei-me para dentro de casa corri escada acima e chamei por ele. Estava a dormir ….. óh filhote tu levantaste-te? Não mãe … eu estava a dormir o que se passa? Fomos assaltados proferi ainda não acreditando no que acabava de acontecer. Foi uma limpeza em tudo que era ouro e jóias, os filhos da put…. Levaram tudo …… e eu a dormir. A raiva era mais que muita a desilusão e a perca era um misto de sentimentos que não conseguia descrever, senti-me devassada na minha privacidade, sim porque como era tempo quente a minha roupa de dormir não abunda pelo tecido, tudo o que possuía tinha evaporado virado fumaça. Gritei, chorei, descabelei-me mas nada adiantou a GNR tomou conta da ocorrência mas nada mais podia fazer diziam eles. A senhora até teve sorte, porque eles não lhe fizeram nada! podiam ter abusado de si ou muito pior, de si e do seu filho, portanto no meio do azar até teve sorte. Pensando dessa forma até me conformei um pouco e foi a maneira de tantar ultrapassar a sitação, mas o pior estava para vir. Um ano e um mês sensivelmente passou sobre este pesadelo que acabou por voltar a acontecer na madrugada da passada terça feira. Fui de novo assaltada, de novo estávamos a dormir (a assalto deve ter ocorrido entre as 3 e as 4 da manhã) desta vez foi o meu filhote que deu por ela. Acordou com sede e vinha beber alguma coisa quando deu com a porta escancarada. Arrombaram a janela do escritório, e sairam pela porta da entrada levando a minha TV de 2.000 Euros. Não é que tive a desgraçada meses parada com uma avaria e não encontrava quem arranjasse, agora que arranjei e que tive que desembolsar quase 400€ os cabrões resolvem assaltar-me de novo? … só a mim! De novo chamo a GNR e de novo oiço a mesma coisa. Pois minha Senhora … nós tomámos conta da ocorrência mas não podemos fazer muito mais que isso. A minha raiva era latente a vontade que tinha era pegar no taco que tenho lá em casa e rebentar com tudo. E a lata deles! Olhe ainda que mal lhe pergunte a Senhora mora aqui sozinha com o seu filho? sim respondi …. Não tem marido? Não porque? È que isto é enorme para a Senhora estar cá sozinha, é uma casa grande demais e muito escondida. Maldita sorte, sou roubada, invadem a minha privacidade, violam o meu canto e ainda tenho que aturar os Guitas a dar palpites sobre a casa e a perguntar pelo meu ex ….. definitivamente tenho que ir á bruxa ….. agradeço informações sobre alguma que seja eficiente

5 comentários:

Luzinha disse...

Tou chocada... ja tinha ouvido falar em assaltos de casa com os moradores lá dentro mas assim...! QUE MEDO!!! :S

Mokas disse...

dammmm!!!! =|
É que "um marido" adiantava de muito... o mais provavel era estarem armados e se fossem surpreendidos era capaz de não ser "agradável".
tens de ter cuidado com isso... reforçar o sistema de segurança... arranjar um cão porreiro... qualquer coisa.
Uns amigos da minha irmã têm uma casa assim pro grande e desterrado. um dia ao chegarem a casa tinham um ladrão em cima da arvore, guardado por um cãozinho na base... [com parte do ladrão nos dentes]
foi só dizer ao cachorro para continuar o bom trabalho e chamar a GNR

Miguel disse...

Arranja um sistema de alarme que faça muito barulho.
Que cena. Deve ser horrivel.
Esta justiça é demais. Paga um gajo impostos para isto...

Há uns anos um amigo meu também foi assaltado. Mas estava na cozinha a beber agua quando ouviu entrarem pela janela da sala (de um 1º andar). Não foi de moda, pegou no maior facalhão e foi direito à sala. O gajo foi surpreendido ainda empoleirado na janela e levou uma facada no braço e saltou para a rua. Ele e outro que já se preparava para entrar também. Acabaram por fugir e ele chamou a policia.
Não fizeram nada, além de tomarem conta da ocorrencia - acho que é só para isso que servem - e no fim ainda lhe disseram:
- Teve muita sorte. Se o tem ferido estava metido em maus lençois.
- Eu?????????
- Sim, ainda apresentavam queixa contra si por tentativa de homicidio.
- Mas eu estou em minha casa e eles é que vieram cá assaltar-me.
- Pois, mas são coisas diferentes...

É o paízinho que temos...

Mokas disse...

Isso que o miguel diz é bem verdade... estupido mesmo este sistema... portanto se tencionas comprar uma gun... que seja de tranquilizantes.

saia justa disse...

Luzinha: nunca fui pessoa de ter medo, apesar da casa enorme e muito recatada, sempre sai e entrei a qualquer hora, hoje devo reconhecer que já não sou tanto assim, sinto uma impotência.
Mokas: realmente na cabeça daqueles tacanhos um marido devia fazer toda a diferença, provavelmente não levavam tanto com os meus berros e indignação (acham eles) e os cães já tenho, malditamente nesse dia não estavam soltos.
Miguel: garanto-te que eu os fazia em picadinho, facões para isso não me faltam e depois que digam, a senhora tá tramada, pois sim
Mokas: não gosta de gun ... mas digo-te uma coisa, naquele momento só queria viver num sistema como o americano, em que é olho por olho, dente por dente. Sou contra a forma indiscriminada do uso de armas que eles tem, mas muito provavelmente se um apaga-se um animal que me entrava em casa tudo seria diferente (ou não) ... já não sei nada.
Bjokas